Category: Classic Rock

Mágoa De Boiadeiro - Sergio Reis* - O Melhor De Sergio Reis (Vinyl, LP)

Comments

  1. 07 – Mágoa de Boiadeiro 08 – Mar, Mar Querido (Sanctis-Romanelli versão Perseo) 09 – Mi Pedido (Sergio Reis versão Doris Band) 10 – Si Me Llamas Ire (Clayton-Bavini versão Doris Band) 11 – De Que Vale La Vida Sin Tu Amor (Clayton-Oliveira versão Ulises .
  2. O velho basto o sinete e o apero, o meu laço e o cargueiro, o meu lenço e o gibão, Ainda resta a guaiaca sem dinheiro deste pobre boiadeiro que perdeu a profissão. Não sou poeta, sou apenas um caipira e o tema que me inspira é a fibra de peão. Quase chorando embuído nesta mágoa rabisquei estas palavras e saiu esta canção.
  3. Sérgio Reis - Mágoa de Boiadeiro (Letra e música para ouvir) - Antigamente nem em sonho existia / Tantas pontes sobre os rios, nem asfalto nas estradas / A gente usava quatro ou cinco sinueiros / Pra trazer o pantaneiro no.
  4. Toda vez que eu viajava pela estrada de Ouro Fino De longe eu avistava a figura de um menino Que corria abrir a porteira e depois vinha me pedindo Toque o berrante, seu moço, que é pra eu ficar ouvindo Quando a boiada passava e a poeira ia baixando Eu jogava uma moeda e ele saía pulando Obrigado, boiadeiro, que Deus vá lhe acompanhando Pra aquele sertão afora meu .
  5. De abas largas, minha bruaca de cargas Um berrante e um facão O velho basto, o meu laço de mateiro O polaco é cargueiro o meu lenço e o jibão ainda falta a guaiaca sem dinheiro desse pobre boiadeiro, que perdeu a profissão Não sou poeta sou apenas um caipira E o tema que me inspira é a figra de peão Quase chorando meditando nesta mágoa.
  6. Aprenda a tocar a cifra de Magoa de Boiadeiro (Sérgio Reis) no Cifra Club. Antigamente nem em sonho existia / Tantas pontes sobre os rios, nem asfalto nas estradas / A gente usava quatro ou cinco sinueiros / Pra trazer o pantaneiro no rodeio.
  7. De manhãzinha, quando eu sigo pela estrada Minha boiada prá invernada eu vou levar: São dez cabeças; é muito pouco, é quase nada Mas não tem outras mais bonitas no lugar Vai boiadeiro, que o dia já vem, Leva o teu gado e vai pensando no teu bem. De tardezinha, quando eu venho pela estrada, A fiarada tá todinha a me esperar; São dez filinho, é muito pouco, é quase nada, .
  8. Mágoa de Boiadeiro Sérgio Reis. Compartir en Facebook Compartir en Twitter. vistas Antigamente nem em sonho existia Tantas pontes sobre os rios, nem asfalto nas estradas A gente usava quatro ou cinco sinueiros Pra trazer o pantaneiro no rodeio da boiada Mas hoje em dia tudo é muito diferente O progresso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *